Atriz Olympia Dukakis, ganhadora de um Oscar, morre aos 89 anos

0
Olympia Dukakis participa de parada de orgulho LGBT em cena de documentário biográfico (Foto: Wikimedia Commons)

A atriz Olympia Dukakis, vencedora de um Oscar de atriz coadjuvante em 1988 por “O Feitiço da Lua” , morreu no sábado (1), aos 89 anos. A morte foi confirmada pelo irmão da atriz, Apollo Dukakis, no Facebook, onde ele escreveu: “Minha amada irmã, Olympia Dukakis, faleceu hoje pela manhã em Nova York. Depois de vários meses com a saúde debilitada, ela finalmente está em paz e na companhia de seu Louis (marido, morto em 2018).”

Olympia tinha 56 anos quando ficou famosa da noite para o dia graças a sua estatueta por “O Feitiço da Lua”, no qual ela vive Rose, a superprotetora mãe da protagonista, interpretada por Cher.

Ela tinha o costume de se referir a 1988 como o “ano dos Dukaki”, porque naquele ano, além de ela ter levado o Oscar, seu primo, o então governador do estado do Massachussets, Michael Dukakis, foi indicado pelo Partido Democrata para concorrer à presidência dos Estados Unidos.

A atriz, que também realizou diversos trabalhos na TV, pelos quais também foi indicada três vezes ao Oscar – a terceira delas pela atuação na minissérie canadense Joana D’Arc. Outro trabalho memorável da atriz foi como a viúva rica Clairee Belcher em “Flores de Aço” (1989). Em 2020, um documentário sobre a vida da atriz, intitulado “Olympia”, foi lançado nos cinemas nos Estados Unidos.

No Twitter, a Academia de Artes Cinematográficas de Hollywood postou uma homenagem à atriz. “Olympia Dukakis trouxe calor humano, humor e inteligência aos palcos e à tela ao longo de quase 60 anos, incluindo uma sequência de papéis inesquecíveis em ‘Flores de Aço’, ‘Tales of The City’ e ‘O Feitiço da Lua’, pelo qual venceu o Oscar de atriz coadjuvante. Sentiremos sua falta.”

(Das agências)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor,deixe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui