Cronograma de vacinação de grávidas sofre mudança

0
Foto: Divulgação/PMC

Diferentemente do anunciado na última sexta-feira (4) pelo governo do Estado de São Paulo, Campinas não iniciará a vacinação de gestantes e puérperas sem comorbidades nesta segunda-feira (7). O plano inicial era que o município seria uma das três cidades paulistas, além de São Bernardo do Campo e da capital, a iniciar antes a vacinação dessa categoria, que no resto do Estado está previsto para começar no próximo dia 10 de junho.

Na última sexta-feira, o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) da Prefeitura de Campinas afirmou que trabalha para poder iniciar o agendamento e a imunização desse grupo o mais rápido possível, sem dar uma previsão exata.

Também na última sexta-feira, Campinas recebeu 14 mil doses da vacina da Pfizer/Biontech. A estratégia de distribuição aos centros de imunização, o início da aplicação e os grupos que serão priorizados para essa vacina serão definidos nesta semana pelo Devisa.  

As grávidas em qualquer período gestacional deverão apresentar relatório ou laudo médico com indicação do profissional para tomar a vacina. As puérperas podem apresentar certidão de nascimento da criança. A estimativa é que 400 mil mulheres recebam as doses nessa nova etapa no Estado. Atualmente, estavam sendo imunizadas apenas grávidas com doenças preexistentes definidas pelo Plano Nacional de Imunização (PNI).

(Prefeitura de Campinas e agências)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor,deixe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui