Antes de começar a falar sobre o Dafra Cruisym 150, é bom esclarecer que existem diferenças entre motocicleta e scooter. Na moto você monta e tem entre as pernas um motor, tanque de gasolina e outras engrenagens. Na scooter não: suas pernas ficam juntas, geralmente com os pés apoiados sobre uma plataforma plana. A outra diferença básica é que alguns comandos mudam de lugar. O scooter não tem embreagem: é só acelerar que o câmbio CVT faz o resto do trabalho.

O manete de embreagem na motocicleta vira freio na scooter. E é aí que estranhei. Acostumado com motocicletas, em uma arrancada forte no semáforo acelerei a scooter e instintivamente apertei o manete para trocar de marcha pensando ser a embreagem, mas não, é o freio. A pequena scooter deu um tranco que quase me levou ao chão, mas deu tempo de retomar o controle e seguir em frente, um pouco assustado (e envergonhado).

A Dafra cedeu para o RadarC, por meio da concessionária campineira UniqueStar Motorcycles, o novo Cruisym 150, que veio brigar por um lugar no concorrido segmento entre 150cc e 200cc, responsável por mais de 60% das vendas dos scooters no Brasil. É nesse espaço que estão seus principais concorrentes, como a líder de venda Honda PCX 150 (o modelo foi responsável por 62% dos emplacamentos em sua categoria em 2020) e a Yamaha NMax160.

Dafra Cruisym 150 quer seu espaço no concorrido mercado de scooters 1
Desenvolvido em parceria com a taiwanesa SYM, o Cruisym 150 apresenta como principal característica o design moderno (Foto: Chris Cardoso)

Desenvolvido em parceria com a taiwanesa SYM, o Cruisym 150 apresenta como principais características um design moderno, com luzes de posição e lanternas em LED, painel digital completo e carregador USB, que dispensa o uso de adaptadores para utilização de smartphones. Um veículo para ir ao trabalho, escola ou pequenas saídas urbanas. Leve e prático, deixa para trás o trânsito pesado e, mais importante, é econômico.

Seu motor monocilíndrico de 149,6cm³ de refrigeração líquida, que gera 12,5 cv de potência e 1,22 kgf.m de torque, empurra bem o scooter. Ele arranca fácil e mantém uma boa velocidade na estrada. No quesito economia, o Cruisym cravou a média de 37,5km/l. Vale destacar que o motor estava com apenas 700 quilômetros, ou seja, ainda precisa ser amaciado. O tanque comporta seis litros de gasolina.

Dafra com freios combinados

A boa performance também pode ser atestada pelos potentes freios a disco nas duas rodas, com sistema de frenagem CBS de acionamento hidráulico (que, como eu pude comprovar, funcionam muito bem). Basta apertar o manete esquerdo que o sistema distribui a força da frenagem de maneira equilibrada entre as duas rodas. Feita em chassi de aço tubular, o Dafra Cruisym 150 pesa 130,3 kg a seco.

Dafra Cruisym 150 quer seu espaço no concorrido mercado de scooters 2
Sob o banco, um porta-objetos com capacidade para 18 litros; plataforma plana facilita entrar e sair do scooter (Foto: Chris Cardoso)

O scooter vem com rodas de liga leve de 14 polegadas e suspensões recalibradas (curso de 100mm na frente e de 75 mm na traseira). Achei a suspensão um pouco dura, mas em troca ela garante uma boa estabilidade. O assento em dois níveis com espuma de densidade é confortável. A altura do assento, de 771mm em relação ao solo, permite plantar os dois pés no chão, mesmo para os baixinhos. Na traseira, alça para o garupa e para-lama longo. Os retrovisores aerodinâmicos, garantem boa visibilidade. Também possui cavalete central.

Como item de comodidade, o Cruisym 150 conta com porta-objetos de 18 litros sob o assento, que pode levar tanto uma mochila quanto abrigar um capacete fechado. Outra vantagem é o prático gancho que fica logo abaixo do guidão, onde podem ser penduradas bolsas ou sacolas. No assoalho plano, tipo plataforma, dá para levar entre as pernas uma sacola, por exemplo. Ele também facilita entrar e sair da scooter. Outra praticidade é o pequeno porta-objetos no lado esquerdo do painel dianteiro, onde fica abrigado o carregador USB, útil para quem usa constantemente celular, como entregadores, por exemplo.

O painel em LCD é grande e prático de ler, mas não tem computador de bordo. Contém conta-giros em forma de fita, marcador de combustível, relógio, nível da carga da bateria, velocímetro e hodômetros total e parcial. As luzes de posição e lanternas são em LED.

Dafra Cruisym 150 quer seu espaço no concorrido mercado de scooters 3

Disponível nas cores preto fosco, vermelho metálico e branco, o Cruisym 150 chega ao mercado com preço público sugerido de R$ 14.990 mais o frete. Talvez aí esteja um pequeno problema para o novo scooter da Dafra: seus concorrentes diretos, como a Honda PCX ou a Nmax 160, oferecem mais recursos e um preço apenas um pouco superior.

De qualquer maneira, a Cruisym 150 é um scooter bonito, com bela combinação de cores e um design bastante apurado, que conferem um visual moderno, reforçado pelo moderno conjunto óptico e o escudo frontal preto. É um veículo bom para quem está ingressando no mundo das duas rodas – e também para quem precisa economizar na conta do combustível (e quem não precisa?)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor,deixe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui