Estado de SP obriga retorno presencial às aulas a partir de 2ª

0
Governador João Doria Foto: Governo do Estado de SP

O governo do Estado anunciou em coletiva nesta quarta-feira (13) o retorno obrigatório dos estudantes às aulas presenciais nas escolas estaduais e também particulares de todos os municípios paulistas. A decisão valerá a partir desta segunda (18).

No caso das escolas municipais, gerenciadas pelos municípios, o critério de retorno será adotado pelas prefeituras. Campinas ainda não informou se seguirá a medida em sua rede, em que a ocupação liberada já é de 100% da capacidade, mas onde os alunos têm a opção de assistir às aulas on-line – assim como ocorria em todo o Estado.

O retorno é válido para toda a rede básica de ensino, do infantil ao Ensino Médio. Só serão liberados das aulas presenciais estudantes com problemas graves de saúde, gestantes e puérperas. Crianças a partir de 12 anos com comorbidades deverão voltar caso tenham recebido as duas doses da vacina contra a Covid.

Todos os protocolos de segurança, como uso de máscaras e álcool em gel, serão mantidos, assim como afastamento em caso de sintomas. O distanciamento de 1 metro entre alunos deverá deixar de ser obrigatório a partir de 3 de novembro.

O secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, considera que a medida é necessária para tentar recuperar conteúdos e impedir um déficit ainda maior de educação sofrida por grande parte dos alunos nessa pandemia. Quanto às universidades, a volta das atividades presenciais ainda está sendo discutida e deve ser anunciada nos próximos dias.

O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) é contra a decisão.Estado de SP obriga retorno presencial às aulas a partir de 2ª 1Estado de SP obriga retorno presencial às aulas a partir de 2ª 2 Em suas redes sociais, a presidente da Apeoesp, Maria Izabel Azevedo Noronha (Bebel), criticou a volta presencial obrigatória. “O desprezo pela vida e pela saúde da comunidade escolar atingiu o auge com a decisão do secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, de obrigar a volta às aulas presenciais para 100% dos estudantes, sem distanciamento social”, escreveu Bebel.

(Com informações da Agência Brasil)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor,deixe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui