‘Feirão’ oferece 7,2 mil vagas em cursos de qualificação

0
O Cpat de Campinas, serviço que promoverá cursos on-line com parceiros Foto: Divulgação

A Prefeitura de Campinas lançou nesta terça-feira (20) um pacote de cursos de qualificação profissional on-line, com 7.237 vagas gratuitas, a partir de quarta (21), por meio do site do Centro Público de Apoio ao Trabalhador (Cpat) – cpat.campinas.sp.gov.br. A iniciativa é viabilizada por meio de uma parceria do serviço, que é vinculado à Secretaria Municipal de Trabalho e Renda, com empresas e centros técnicos.

Batizada de Feirão da Qualificação, a iniciativa é a terceira ação anunciada do Programa de Ativação Econômica e Social (Paes) anunciado pelo prefeito Dário Saadi (Republicanos) no dia 14 de julho, data que celebrou os 247 anos de Campinas. Anteriormente, o prefeito já havia lançado uma linha de crédito para pequenos e microempresários e a antecipação para este mês da primeira parcela do 13º salário dos servidores municipais.

Segundo o secretário Gustavo Tela, o Feirão tem como objetivo a retomada econômica após a pandemia de Covid-19 provocar 219 mil desligamentos na cidade – estimativa dos últimos 16 meses. Ele ainda ressaltou que 63% dessas demissões ocorreram no segmento de serviços e 23% no comércio.

“São situações detectadas no Cepat, de um momento em que o microempreendedorismo informal e formal virou uma opção para uma parcela significativa dos desempregados. Uma parcela buscou qualificação para melhorar currículos, e os microempresários também precisaram procurar cursos para requalificar e ampliar vendas por canais alternativos”, afirmou.

Tela ressaltou que no primeiro semestre o Cepat ofereceu 1,9 mil vagas de cursos. No atual pacote, serão mais 7,2 mil até o fim do ano, por meio de 28 cursos viabilizados pelo centro em parceria com o Sebrae, Senai, Senac, Microlins e Softex – nas áreas de tecnologia, negócios digitais, saúde, manutenção e idiomas -, além de 250 cursos de programação de computadores.

O tempo de duração dos cursos é de 20 horas a 80 horas, sendo necessário ao usuário apenas um celular ou computador com acesso à internet. A divisão de vagas será de 1.845 em cursos com o Sebrae e Senac; 592 com o Senai; 3 mil com a Softex e 1,8 mil com a Microlins. A lista de todos os cursos pode ser consultada nesse link.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor,deixe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui