Programação de junho das Fábricas de Cultura é dedicada à música

0
O guitarrista Popó Moreira é destaque da programação no dia 19 (Foto: Facebook/Reprodução)

Do samba-raiz ao uso de tecnologia na música, da gestão de direitos autorais ao hip hop, passando pelo punk, jazz e forró. Essa diversidade de enfoques sobre a música está na programação de junho das Fábricas de Cultura, iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, que promove a partir deste sábado (12) uma série de shows, conversas e oficinas on-line nos canais do projeto no YouTube, Instagram Soundcloud.

Na abertura, no sábado, às 18h, o DJ Michael Shibuya fala sobre sua trajetória de cerca de 40 anos como DJ de festas e bailes e aborda o uso de equipamentos como toca-discos, aparelhos CDJ e controladoras. O artista também dá dicas para quem te interesse em música eletrônica e pretende se aventurar por esse mundo de tecnologias e sonoridades. O vídeo será transmitido pelo YouTube.

No domingo (13), às 17h, também pelo YouTube, Chapinha da Vela, fundador de uma das maiores comunidades de samba do Brasil, o Samba da Vela, fala sobre sua trajetória no samba paulistano e de como ingressou na elite dos compositores do gênero.

Em 19 de junho, a programação destaca o MC e produtor musical David Maderit, que lança o segundo disco solo, “Trukes Novos de um Velho MC” foi gravado em parcerias com outros artistas de maneira virtual no estúdio Beat Orgânico. A apresentação do disco será transmitida pelo YouTube das 18h às 19h.

Também pelo YouTube em 19 de junho, às 19h, o guitarrista Popó Moreira oferece um pequeno show extraído de seu último disco, “Elita”, lançado em 2020 e no qual o instrumentista trafega por diversas sonoridades da música instrumental.

Em 24 de junho, o mestre sanfoneiro Carlinhos Farias, fundador do Trio Arcoverde, fala sobre o forró, gênero popularizado por artistas como Luiz Gonzaga, Severino Januário, Dominguinhos e outros grandes nomes. A atividade será transmitida no às 19h pelo YouTube.

Em 25 de junho, as etapas de criação, execução e comercialização de obras musicais serão abordadas na oficina Gestão de Direitos Culturais e Legalidade da Carreira, no Instagram, às 19h. A atividade propõe expandir o conhecimento de artistas, produtores e agentes culturais, sobretudo da periferia de São Paulo, sobre os modos de produzir e comercializar trabalhos artísticos com direitos garantidos por lei. 

Em seguida, às 20h, o poeta e compositor Gracco Oliveira apresenta o pocket show lítero-musical “Notícias da Próxima Década”, em que recita seus poemas com acompanhamento de violão. No Instagram.

Em 26 de junho, às 18h, no YouTube, o Trio Virgulino apresenta show que comemora os 40 anos de carreira do grupo, responsável pelo resgate do estilo forró pé-de-serra.

Por fim, em 3 de julho, estreia às 18h no Soundcloud o piloto do podcast “Musicou”, que convida artistas da periferia para uma apresentação musical ao vivo e um bate-papo. O programa traz a fotógrafa e cantora Lena Silva e o professor do curso Inglês na Quebrada, Bixop. Eles falam sobre suas experiências na música e na cultura hip-hop, além de incentivar pessoas a aprenderem idiomas com o aporte da música.

(Governo do Estado de SP)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor,deixe seu comentário
Por favor, informe seu nome aqui